28 de fevereiro de 2021 -2º Domingo da Quaresma -Ano B

LEITURA I Gen 22, 1-2.9a.10-13.15-18

 

Leitura do Livro do Génesis

 

Naqueles dias, Deus quis pôr à prova Abraão e chamou-o: «Abraão!». Ele respondeu: «Aqui estou». Deus disse: «Toma o teu filho, o teu único filho, a quem tanto amas, Isaac, e vai à terra de Moriá, onde o oferecerás em holocausto, num dos montes que Eu te indicar. Quando chegaram ao local designado por Deus, Abraão levantou um altar e colocou a lenha sobre ele. Depois, estendendo a mão, puxou do cutelo para degolar o filho. Mas o Anjo do Senhor gritou-lhe do alto do Céu: «Abraão, Abraão!». «Aqui estou, Senhor», respondeu ele. O Anjo prosseguiu: «Não levantes a mão contra o menino, não lhe faças nenhum mal. Agora sei que na verdade temes a Deus, uma vez que não Me recusaste o teu filho, o teu filho único». Abraão ergueu os olhos e viu atrás de si um carneiro, preso pelos chifres num silvado. Foi buscá-lo e ofereceu-o em holocausto, em vez do filho. O Anjo do Senhor chamou Abraão do Céu pela segunda vez e disse-lhe: «Por Mim próprio te juro – oráculo do Senhor – já que assim procedeste e não Me recusaste o teu filho, o teu filho único, abençoar-te-ei e multiplicarei a tua descendência como as estrelas do céu e como a areia das praias do mar, e a tua descendência conquistará as portas das cidades inimigas. Porque obedeceste à minha voz, na tua descendência serão abençoadas todas as nações da terra».

 

Palavra do Senhor.

 

SALMO RESPONSORIAL Salmo 115 (116), 10 e 15. 16-17.18-19 (R. Salmo 114 (115), 9)

 

 

Refrão: Andarei na presença do Senhor

sobre a terra dos vivos.

 

Ou: Caminharei na terra dos vivos,

na presença do Senhor.

 

 

Confiei no Senhor, mesmo quando disse:

«Sou um homem de todo infeliz».

É preciosa aos olhos do Senhor

a morte dos seus fiéis.

 

 

Senhor, sou vosso servo, filho da vossa serva:

quebrastes as minhas cadeias.

Oferecer-Vos-ei um sacrifício de louvor,

invocando, Senhor, o vosso nome.

 

 

Cumprirei as minhas promessas ao Senhor

na presença de todo o povo,

nos átrios da casa do Senhor,

dentro dos teus muros, Jerusalém.

 

 

LEITURA II Rom 8, 31b-34

 

Leitura da Epístola do apóstolo São Paulo aos Romanos

Irmãos: Se Deus está por nós, quem estará contra nós? Deus, que não poupou o seu próprio Filho, mas O entregou à morte por todos nós, como não havia de nos dar, com Ele, todas as coisas? Quem acusará os eleitos de Deus, se Deus os justifica? E quem os condenará, se Cristo morreu e, mais ainda, ressuscitou, está à direita de Deus e intercede por nós?

 

Palavra do Senhor.

 

 

 

EVANGELHO Mc 9, 2-10

+ Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Marcos

Naquele tempo, Jesus tomou consigo Pedro, Tiago e João e subiu só com eles para um lugar retirado num alto monte e transfigurou-Se diante deles. As suas vestes tornaram-se resplandecentes, de tal brancura que nenhum lavadeiro sobre a terra as poderia assim branquear. Apareceram-lhes Moisés e Elias, conversando com Jesus. Pedro tomou a palavra e disse a Jesus: «Mestre, como é bom estarmos aqui! Façamos três tendas: uma para Ti, outra para Moisés, outra para Elias». Não sabia o que dizia, pois estavam atemorizados. Veio então uma nuvem que os cobriu com a sua sombra, e da nuvem fez-se ouvir uma voz: «Este é o meu Filho muito amado: escutai-O». De repente, olhando em redor, não viram mais ninguém, a não ser Jesus, sozinho com eles. Ao descerem do monte, Jesus ordenou-lhes que não contassem a ninguém o que tinham visto, enquanto o Filho do homem não ressuscitasse dos mortos. Eles guardaram a recomendação, mas perguntavam entre si o que seria ressuscitar dos mortos.

 

Palavra da salvação.

 

 

Reflexão:

 

1)     Toma o teu filho e vai à terra de Moriá

 Abraão aparece na Bíblia como modelo de fé e obediência à vontade de Deus. Não tinha filhos quando Deus o chamou aos 75 anos e lhe prometeu fazer dele o pai dum grande povo. Teve de esperar 25 anos até que nascesse Isaac, pelo qual Deus iria realizar a Sua promessa. Agora que o menino tinha já 13 anos Deus pede-lhe que o vá sacrificar no monte Moriá, onde hoje é Jerusalém.

Abraão obedece à ordem de Deus e quando está para matar o filho o anjo diz-lhe para parar, que Deus está contente com a sua obediência. O Senhor confirma a promessa de fazer dele o pai dum povo numeroso como as estrelas do céu e como as areias das praias do mar e que dele viria o Messias por quem seriam abençoadas todas as nações da terra.

Naquele monte, 1.800 anos mais tarde Jesus iria oferecer-se em sacrifício no madeiro da cruz, mostrando o amor que Deus nos tem, infinitamente maior que o de Abraão. O sacrifício de Isaac tornou-se figura do sacrifício do Filho Unigénito de Deus.

Temos de pôr o Senhor em primeiro lugar em nossa vida, dispostos a sacrificar tudo por Seu amor. Como fez Abraão e como fizeram tantos mártires ao longo dos séculos. Como fazem hoje muitos cristãos em muitos países onde são perseguidos ou forçados a converter-se ao islamismo.

Habitualmente esta valentia temos de mostrá-la em vencer a preguiça para nos levantarmos a horas, para fazer com calma a nossa oração, para realizar com amor aquele trabalho que nos custa, para sorrir para o marido ou para a esposa, para cortar com decisão aquele programa de televisão que não é recomendável. É o heroísmo diário que Deus nos pede e nos enche de alegria.

S.Josemaria quis pôr numa sala da sede central do Opus Dei em Roma esta frase escrita na parede e repetida três vezes. “Vale la pena” (Vale a pena). E quando lhe perguntavam porque a repetia lembrava: é que nem assim nos convencemos que vale apena amar a Deus, sacrificar-nos por Ele, fazer por dá-Lo a conhecer aos outros.

 

2) Se Deus está por nós

Se amamos a Deus encontramos a segurança e a alegria no meio das dificuldades de cada jornada. Poderemos repetir com S.Paulo: “Se Deus está por nós quem estará contra nós?”.

Se amamos a Deus cumprindo a Sua vontade ninguém poderá fazer-nos mal. Procuremos esta segurança, crescendo na amizade com Deus, esforçando-nos por cumprir perfeitamente o que Ele nos manda.

A Quaresma é para nós tempo de conversão, sabermos ver o que nos afasta de Deus e nos rouba a verdadeira alegria e arrancá-lo com decisão. A única desgraça que nos pode acontecer em cada dia é o pecado, porque nos afasta de Deus.

Andaremos contentes mesmo no meio das penas e problemas de cada dia porque sabemos que somos filhos de Deus e que Ele está atento às nossas necessidades e até os cabelos da nossa cabeça tem contados.

Ao transfigurar-se no Monte Tabor Jesus quer mostrar-nos a riqueza que trazemos em nós, a graça divina que nos transforma em Deus, que nos diviniza e nos torna verdadeiramente filhos de Deus.

 

 

Oração Universal ou dos Fiéis

 

Irmãs e irmãos:

Neste tempo santo da Quaresma, Cristo anuncia a vitória da vida sobre a morte.

Peçamos a Deus que nos faça escutar a sua voz, dizendo (ou: cantando), com fé:

 

  1. Ouvi-nos, Senhor.

Ou: Salvai, Senhor, o vosso povo.

Ou: Abençoai, Senhor, a vossa Igreja.

 

 

 

  1. Para que o Papa N., os bispos e os presbíteros a ele unidos

recebam a graça de sofrer pelo Evangelho

e ponham a confiança em Deus, como Abraão,

oremos.

  1. Para que os governos das várias nações

defendam os cidadãos e os seus direitos,

e tudo façam pelos mais pobres e esquecidos,

oremos.

 

 

  1. Para que os doentes e todos os que sofrem

vivam unidos à cruz do nosso Salvador

e, um dia, cheguem à contemplação da sua glória,

oremos.

 

 

  1. Para que os fiéis que se reúnem ao domingo

dêem testemunho de Jesus Cristo, luz do mundo,

aos que lhes pedem a razão da sua esperança,

oremos.

 

 

  1. Para que esta assembleia de cristãos,

à medida que comunga o Pão do Céu,

se transfigure como Jesus no monte santo,

oremos.

 

 

(Outras intenções: crianças da catequese e catequistas; fiéis defuntos …).

 

 

 

Senhor, que no monte da transfiguração

nos mandastes escutar o vosso Filho, atendei a oração que o seu Espírito fez nascer nesta santa assembleia pela Igreja, pelo mundo e por nós mesmos.

Por Cristo, nosso Senhor.

Check Also

31 de janeiro de 2021 – 4º Domingo do Tempo Comum – Ano B

LEITURA I Deut 18, 15-20   Leitura do Livro do Deuteronómio Moisés falou ao povo, …