Home | Noticias | Ecumenismo: Papa Francisco e António Guterres associam-se a Encontro Europeu, promovido pela comunidade de Taizé

Ecumenismo: Papa Francisco e António Guterres associam-se a Encontro Europeu, promovido pela comunidade de Taizé

Madrid acolhe milhares de jovens, incluindo portugueses, para passagem de ano especial, em clima de festa e oração

Lisboa, 27 dez 2018 (Ecclesia) – A cidade de Madrid vai acolher a partir de sexta-feira, pela primeira vez, o Encontro Europeu de jovens animado pela comunidade ecuménica de Taizé, este ano com o tema ‘Não esqueçamos a hospitalidade’.

Esta é a 41ª edição da iniciativa, que já passou por Lisboa e acontece pela primeira vez na capital espanhola, reunindo milhares de participantes de vários países, incluindo Portugal.

O Papa Francisco enviou uma mensagem aos participantes, na qual recorda o Sínodo dos Bispos que decorreu em outubro, no Vaticano, sobre a relação entre a Igreja e as novas gerações, pedindo a todos que façam crescer a “cultura do encontro”, no respeito pelas diferenças.

O texto destaca a importância do tema escolhido, a hospitalidade, num mundo “ferido”, que convida a ir ao encontro “dos que são descartados, rejeitados ou excluídos, dos pequenos e dos pobres”.

“É possível viver uma hospitalidade generosa, aprender a ver nas diferenças alheias uma riqueza para si e fazer frutificar os próprios talentos, para ser construtores de pontes entre Igrejas, religiões e povos”, assinala a mensagem pontifícia, divulgada pela comunidade de Taizé.

O português António Guterres, secretário-geral da ONU, evoca, por sua vez, os encontros em que participou, na sua juventude, elogiando o “espírito ecuménico” destas iniciativas.

“Reunis-vos num tempo de desafios e de incertezas, perante as alterações climáticas, os conflitos, as desigualdades crescentes e a intolerância que aumenta. Mas esta é também uma era de oportunidades”, escreve o responsável.

O secretário-geral das Nações Unidas diz contar com os jovens para que o mundo possa avançar nos “objetivos comuns da paz, do desenvolvimento sustentável e no respeito pelos direitos da pessoa”.

Vários líderes cristãos, como o patriarca Bartolomeu (Igreja Ortodoxa), o arcebispo John Sentamu (Igreja Anglicana), Olav Fykse-Tveit (Conselho Ecuménico das Igrejas), Elijah M. Brown (Aliança Batista Mundial) ou Martin Junge (Federação Luterana Mundial) também fizeram chegar mensagens à comunidade de Taizé.

Madrid vai ser a quarta cidade espanhola a receber o encontro europeu de cariz ecuménico, depois de Barcelona, Santiago de Compostela e Valência.

Um dos momentos marcantes é a passagem de ano, num programa que inclui um piquenique partilhado e distribuição de chá quente; a oração comunitária nas igrejas do centro da cidade; e uma vigília de oração pela paz no mundo, seguida por uma “festa dos povos” na paróquia de acolhimento dos vários participantes.

O cardeal Carlos Osoro Sierra, arcebispo de Madrid, defendeu esta quarta-feira que é necessário transmitir uma mensagem clara aos jovens sobre os casos de abuso sexual na Igreja, “encarando a questão com todas as consequências que ela possa ter”.

OC

Check Also

Dia do Pai: «Eles foram-nos dados; nós fomos-lhes dados»

Quando a paternidade se concretiza com três irmãos que alteraram a vida de um casal …