A MISSÃO DA FAMÍLIA CRISTÃ NO MUNDO DE HOJE

Uma breve reflexão sobre a missão a missão da família Cristã no mundo de hoje, nomeadamente, a missão de viver, de revelar e de comunicar o Amor de Deus na sociedade humana.

 

  1. Em primeiro lugar, a tarefa principal da família Cristã é a de viver em comunhão, num constante empenho por fazer crescer o amor: o amor entre o homem e a mulher e também entre os membros da família: entre pais e filhos, irmãos e irmãs, parentes e familiares. Mais fundamentalmente, a família está ao serviço da vida, (…) é necessário recebermos o dom do Espírito para esse fim, porque sem Ele somos estéreis. Com Ele tornamo-nos fecundos e revelamos ao mundo a comunhão do amor, baseada no respeito pela vida e pela dignidade humana, que nos é doado pelo facto de termos sido criados à imagem de Deus. O casal Cristão, portanto, coopera na missão divina de dar e de proteger a vida e assim promove uma cultura da vida, colocando-se na contracorrente das atuais culturas da morte.
  2. Em segundo lugar, a família tem uma certa ligação orgânica com a sociedade, pois os cidadãos saem, com efeito, da família e nela encontram a primeira escola daquelas virtudes humanas e sociais que irão definir o seu contributo para o desenvolvimento da mesma sociedade. A família Cristã, portanto, colabora de um modo muito profundo na construção do mundo, transmitindo aqueles valores e virtudes que lhe são tão próprios.
  3. Em terceiro lugar, como igreja doméstica, a família Cristã participa profundamente na vida e na missão da Igreja. Como uma comunidade crente e evangelizadora, a família permanece em religiosa escuta da Palavra de Deus e, ao mesmo tempo, proclama-a com firme confiança, através dos acontecimentos diários e dos problemas, dificuldades e alegrias que eles contêm. Esta missão apostólica da família tem as suas raízes no batismo e recebe da graça sacramental do matrimónio uma nova força para transmitir a fé, para santificar e transformar a sociedade. São Paulo, na sua epístola aos Gálatas, diz que “um pouco de fermento leveda toda a massa” (Gal 5:9). Basta a família Cristã ser “um pouco de fermento” para ser um sinal luminoso da presença de Cristo e do Seu amor aqui na terra!

 

 

Fonte:

Revista Rosário de Maria

Ano 71| nº743| janeiro de 2015

 

Autor:

 

  1. Filipe Néri Ferrão

Arcebispo de Goa e Damão

Patriarca das Índias Orientais, Primaz da Índia

Homilia de 13 de outubro de 2014

In: Santuário de Fátima

www.santuario-fatima.pt

Check Also

Vaticano: Papa convida católicos a rezar por quem vive do mar

Francisco destaca desafios colocados pela «concorrência da pesca industrial e a poluição» Cidade do Vaticano, …