Quantas oportunidades já perdeste?

É quase sempre entre os sacrifícios que temos de suportar que aparecem as mais extraordinárias oportunidades. Alguns quase parecem gostar de sofrer ao ponto de não tomarem atenção a mais nada senão às dores… nem mesmo quando nada lhes está a doer.

Uma pequena oportunidade é o quanto basta para se começar um caminho longo e com grandes proveitos.

Uma das características dos momentos perfeitos é que não abundam nem se repetem, razão pela qual perdermos uma oportunidade devia ser considerado um crime, uma maldade cometida contra nós mesmos!

Quando se aproveita uma oportunidade, mais surgem. Quando se desperdiça uma, demora ainda mais a aparecer outra. É um facto que só as encontra quem as procura, porque todos os que andam à espera de ser encontrados permanecem perdidos até ao fim!

O impossível pode ser só uma questão de tempo, porque haverá momentos em que se torna possível. É preciso acreditar e esperar. 

Se, ainda assim, tudo for impossível, então é tempo de criares oportunidades a partir do nada. Como se faz tal coisa? Simples, tentando! Depois, avançando, sem medo, de fracasso em fracasso, sem perder o entusiasmo.

No final, ainda que o resultado seja nulo, não há qualquer semelhança entre o que se perde por fracassar e o que se perde por não tentar. Os heróis não são heróis porque ganham, mas porque decidiram que, sem competir com ninguém, é seu dever estabelecer nobres objetivos e lutar por eles. Se o conseguem ou não, isso já não interfere no que fizeram da sua alma. 

A vida é uma oportunidade. 

Única. 

Trata de ser herói.

 

Autor: José Luís Nunes Martins
Fonte: https://agencia.ecclesia.pt/

Check Also

Os teus pecados estão perdoados

No Sacramento da Reconciliação, pelo poder dado por Cristo aos Apóstolos e seus sucessores, acontecem …

Sahifa Theme License is not validated, Go to the theme options page to validate the license, You need a single license for each domain name.