Leituras do II Domingo da Quaresma – Ano A – 12 de março de 2017

LEITURA I – Gen 12,1-4

Leitura do Livro do Génesis

Naqueles dias, o Senhor disse a Abrão: «Deixa a tua terra, a tua família e a casa de teu pai e vai para a terra que Eu te indicar. Farei de ti uma grande nação e te abençoarei; engrandecerei o teu nome e serás uma bênção. Abençoarei a quem te abençoar, amaldiçoarei a quem te amaldiçoar; por ti serão abençoadas todas as nações da terra». Abrão partiu, como o Senhor lhe tinha ordenado.

Palavra do Senhor.

 

SALMO RESPONSORIAL – SALMO 32 (33)

Refrão 1: Esperamos, Senhor, na vossa misericórdia.

Refrão 2: Desça sobre nós a vossa misericórdia, 

                    porque em Vós esperamos, Senhor.

 

A palavra do Senhor é recta,

na fidelidade nascem as suas obras.

Ele ama a justiça e a rectidão:

a terra está cheia da bondade do Senhor.

 

Os olhos do Senhor estão voltados para os que O temem,

para os que esperam na sua bondade,

para libertar da morte as suas almas

e os alimentar no tempo da fome.

 

A nossa alma espera o Senhor:

Ele é o nosso amparo e protector.

Venha sobre nós a vossa bondade

, porque em Vós esperamos, Senhor.

 

LEITURA II – 2 Tim 1,8b-10

Leitura da Segunda Epístola do apóstolo São Paulo a Timóteo

Caríssimo: Sofre comigo pelo Evangelho, apoiado na força de Deus. Ele salvou-nos e chamou-nos à santidade, não em virtude das nossas obras, mas do seu próprio desígnio e da sua graça. Esta graça, que nos foi dada em Cristo Jesus, desde toda a eternidade manifestou-se agora pelo aparecimento de Cristo Jesus, nosso Salvador, que destruiu a morte e fez brilhar a vida e a imortalidade, por meio do Evangelho.

Palavra do Senhor.

 

EVANGELHO – Mt 17,1-9

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus

Naquele tempo, Jesus tomou consigo Pedro, Tiago e João seu irmão e levou os, em particular, a um alto monte e transfigurou Se diante deles: o seu rosto ficou resplandecente como o sol e as suas vestes tornaram se brancas como a luz. E apareceram Moisés e Elias a falar com Ele. Pedro disse a Jesus: «Senhor, como é bom estarmos aqui! Se quiseres, farei aqui três tendas: uma para Ti, outra para Moisés a outra para Elias». Ainda ele falava, quando uma nuvem luminosa os cobriu com a sua sombra e da nuvem uma voz dizia: «Este é o meu Filho muito amado, no qual pus toda a minha complacência. Escutai O». Ao ouvirem estas palavras, os discípulos caíram de rosto por terra a assustaram se muito. Então Jesus aproximou se e, tocando os, disse: «Levantai vos e não temais». Erguendo os olhos, eles não viram mais ninguém, senão Jesus. Ao descerem do monte, Jesus deu lhes esta ordem: «Não conteis a ninguém esta visão, até o Filho do homem ressuscitar dos mortos».

Palavra da Salvação.

REFLEXÃO:

No segundo Domingo da Quaresma, a Palavra de Deus define o caminho que o verdadeiro discípulo deve seguir: é o caminho da escuta atenta de Deus e dos seus projetos, da obediência total e radical aos planos do Pai.

Na primeira leitura apresenta-se a figura de Abraão. Abraão é o homem de fé, que vive numa constante escuta de Deus, que sabe ler os seus sinais, que aceita os apelos de Deus e que lhes responde com a obediência total e com a entrega confiada. Nesta perspectiva, ele é o modelo do crente que percebe o projecto de Deus e o segue de todo o coração.

Nos capítulos anteriores (cf. Gn 3-11), o autor descreveu uma humanidade que escolheu o pecado e que se afastou de Deus; agora, o autor vai apresentar um novo ponto de partida: Deus ainda não desistiu da humanidade e continua a querer construir com ela uma história de salvação. Para isso, interpela directamente um homem no meio de uma multidão de nações. Esta “eleição” não é um privilégio, mas um convite a realizar uma tarefa difícil: ser um sinal de Deus no meio dos homens.

O tema central do nosso texto é a interpelação de Deus a Abraão. Segundo o teólogo jahwista, Deus chamou Abraão, convidou-o a deixar a sua terra e a sua família e a partir ao encontro de uma outra terra; ligado a este convite, aparece uma bênção e a promessa de a família de Abraão se tornar uma grande nação. Porquê esta iniciativa de Deus? Porquê o chamamento a este homem, em particular? O catequista jahwista não dá qualquer tipo de explicação. Temos aqui um exemplo perfeito desse mistério, sempre novo e sempre sem explicação, chamado “vocação”.

Como é que Abraão reage ao chamamento de Deus? É preciso ter em conta que, para os antigos, abandonar a terra (o horizonte natural onde o clã vive e onde tem as suas referências – inclusive em termos de paisagem), a pátria (isto é, o espaço onde o clã encontra o afecto e a solidariedade e, além disso, o seu espaço protegido por usos, leis e costumes) e a família (o círculo familiar íntimo, onde o homem encontra o apoio e o seu complemento), era pouco menos do que irrealizável. Abraão será capaz de arriscar tudo, deixando o seguro para apostar em algo nebuloso e incerto?

Diante do desafio de Deus, Abraão permanece mudo, sem discutir nem objectar. Com consumada mestria, o autor jahwista limita-se a descrever a sequência dos acontecimentos, como se as acções de Abraão valessem por mil explicações: o patriarca, simplesmente, pôs-se a caminho. O verbo “yalak” utilizado no vers. 4 (“ir”, “partir”, “pôr-se a caminho”) tem uma força extraordinária e expressa a audácia do crente que é capaz de arriscar tudo, de deixar o seguro para apostar em algo que não é certo, confiando apenas na Palavra de Deus. Trata-se de um rasgo maravilhoso, que define uma atitude de fé radical, de confiança total, de obediência incondicional aos desígnios de Deus. Esta é uma das passagens onde o que se conta de Abraão tem um valor de modelo: o autor jahwista pretende ensinar aos seus concidadãos a obediência cega às propostas de Deus.

Deus, por sua vez, compromete-se com Abraão e acena-lhe com uma promessa. A promessa expressa-se, neste contexto, através da bênção (a raiz “abençoar” é repetida cinco vezes, nestes poucos versículos). A bênção é uma comunicação de vida, atrav

és da qual Deus realiza a sua promessa de salvação. Na promessa aqui formulada, a bênção concretiza-se como descendência numerosa (noutros textos das “tradições patriarcais”, a bênção de Deus é, além da descendência numerosa, promessa de uma terra).

Particularmente importante, neste contexto da promessa é a ideia de que o Povo nascido de Abraão será uma fonte de bênção para todas as nações (vers. 3c): inaugura-se, aqui, a ideia de que Israel é o centro do mundo e de que a sua “vocação” é ser testemunha da salvação de Deus diante de todos os povos da terra. Não se trata de um privilégio concedido a Israel, mas de uma responsabilidade.

Na segunda leitura, há um apelo aos seguidores de Jesus, no sentido de que sejam, de forma verdadeira, empenhada e coerente, as testemunhas do projecto de Deus no mundo. Nada – muito menos o medo, o comodismo e a instalação – pode distrair o discípulo dessa responsabilidade.

O nosso texto apresenta-se como uma exortação de Paulo a Timóteo, convidando-o a superar a sua juventude e timidez e a ser um modelo de fidelidade e de fortaleza no t

estemunho da fé.

O autor da segunda Carta a Timóteo apresenta os motivos que devem impulsionar Timóteo a cumprir com fidelidade a sua missão apostólica. Neste texto que nos é proposto, em concreto, o autor da carta recorda a Timóteo o projecto salvífico de Deus que, de forma gratuita, quer salvar os homens e chamá-los à santidade (cf. 2 Tim 1,9). Esse projecto manifestou-se em Jesus Cristo, o libertador, que destruiu a morte e o pecado e ofereceu a todos os homens a vida plena e definitiva (cf. 2 Tim 1,9-10). Ora Paulo (nesta altura prisioneiro por causa do Evangelho), Timóteo e todos os outros são as testemunhas deste projecto de Deus e não podem ficar calados diante do enfraquecimento da vida cristã que se constata nas comunidades; mesmo no meio das perseguições e dificuldades, eles não podem demitir-se da missão que Deus lhes confiou… Têm de ser testemunhas vivas, entusiastas e corajosas do projecto salvífico e amoroso de Deus.

O Evangelho relata a transfiguração de Jesus. Recorrendo a elementos simbólicos do Antigo Testamento, o autor apresenta-nos uma catequese sobre Jesus, o Filho amado de Deus, que vai concretizar o seu projecto libertador em favor dos homens através do dom da vida. Aos discípulos, desanimados e assustados, Jesus diz: o caminho do dom da vida não conduz ao fracasso, mas à vida plena e definitiva. Segui-o, vós também.

Esta página de catequese, destinada a ensinar que Jesus é o Filho de Deus e que o projecto que Ele propõe vem de Deus, está construída sobre elementos simbólicos tirados do Antigo Testamento. Que elementos são esses?

O monte situa-nos num contexto de revelação: é sempre num monte que Deus Se revela; e, em especial, é no cimo de um monte que Ele faz uma aliança com o seu Povo.

A mudança do rosto e as vestes de brancura resplandecente recordam o resplendor de Moisés, ao descer do Sinai (cf. Ex 34,29), depois de se encontrar com Deus e de ter as tábuas da Lei.

A nuvem, por sua vez, indica a presença de Deus: era na nuvem que Deus manifestava a sua presença, quando conduzia o seu Povo através do deserto (cf. Ex 40,35; Nm 9,18.22; 10,34).

Moisés e Elias representam a Lei e os Profetas (que anunciam Jesus e que permitem entender Jesus); além disso, são personagens que, de acordo com a catequese judaica, deviam aparecer no “dia do Senhor”, quando se manifestasse a salvação definitiva (cf. Dt 18,15-18; Mal 3,22-23).

O temor e a perturbação dos discípulos são a reacção lógica de qualquer homem ou mulher diante da manifestação da grandeza, da omnipotência e da majestade de Deus (cf. Ex 19,16; 20,18-21).

As tendas parecem aludir à “festa das tendas”, em que se celebrava o tempo do êxodo, quando o Povo de Deus habitou em “tendas”, no deserto.

A mensagem fundamental, amassada com todos estes elementos, pretende dizer quem é Jesus. Recorrendo a simbologias do Antigo Testamento, o autor deixa claro que Jesus é o Filho amado de Deus, em quem se manifesta a glória do Pai. Ele é, também, esse Messias libertador e salvador esperado por Israel, anunciado pela Lei (Moisés) e pelos Profetas (Elias). Mais ainda: ele é um novo Moisés – isto é, aquele através de quem o próprio Deus dá ao seu Povo a nova lei e através de quem Deus propõe aos homens uma nova aliança.

Da acção libertadora de Jesus, o novo Moisés, irá nascer um novo Povo de Deus. Com esse novo Povo, Deus vai fazer uma nova aliança; e vai percorrer com ele os caminhos da história, conduzindo-o através do “deserto” que leva da escravidão à liberdade.

Esta apresentação tem como destinatários os discípulos de Jesus (esse grupo desanimado e frustrado porque no horizonte próximo do seu líder está a cruz e porque o mestre exige dos discípulos que aceitem percorrer um caminho semelhante). Aponta para a ressurreição, aqui anunciada pela glória de Deus que se manifesta em Jesus, pelas vestes resplandecentes (que lembram as vestes resplandecentes dos anjos que anunciam a ressurreição – cf. Mt 28,3) e pelas palavras finais de Jesus (“não conteis a ninguém esta visão, até o Filho do Homem ressuscitar dos mortos” – Mt 17,9): diz-lhes que a cruz não será a palavra final, pois no fim do caminho de Jesus (e, consequentemente, dos discípulos que seguirem Jesus) está a ressurreição, a vida plena, a vitória sobre a morte.

Uma palavra final para o desejo – manifestado por Pedro – de construir três tendas no cimo do monte, como se pretendesse “assentar arraiais” naquele quadro. O pormenor pode significar que os discípulos queriam deter-se nesse momento de revelação gloriosa, ignorando o destino de sofrimento de Jesus. Jesus nem responde à proposta: Ele sabe que o projecto de Deus – esse projecto de construir um novo Povo de Deus e levá-lo da escravidão para a liberdade – tem de passar pelo caminho do dom da vida, da entrega total, do amor até às últimas consequências.

 

ORAÇÃO UNIVERSAL OU DOS FIÉIS:

Irmãs e irmãos: Neste tempo santo da Quaresma, Cristo anuncia a vitória da vida sobre a morte. Peçamos a Deus que nos faça escutar a sua voz, dizendo (ou: cantando), com fé:
R: Ouvi-nos, Senhor.

Ou: Salvai, Senhor, o vosso povo.

Ou: Abençoai, Senhor, a vossa Igreja.

 

  1. Para que o Papa N., os bispos e os presbíteros a ele unidos

recebam a graça de sofrer pelo Evangelho

e ponham a confiança em Deus, como Abraão,

oremos, irmãos.

 

  1. Para que os governos das várias nações

defendam os cidadãos e os seus direitos,

e tudo façam pelos mais pobres e esquecidos,

oremos, irmãos.

 

  1. Para que os doentes e todos os que sofrem

vivam unidos à cruz do nosso Salvador

e, um dia, cheguem à contemplação da sua glória,

oremos, irmãos.

 

  1. Para que os fiéis que se reúnem ao domingo

dêem testemunho de Jesus Cristo, luz do mundo,

aos que lhes pedem a razão da sua esperança,

oremos, irmãos.

 

  1. Para que esta assembleia de cristãos,

à medida que comunga o Pão do Céu,

se transfigure como Jesus no monte santo,

oremos, irmãos.

 

(Outras intenções: crianças da catequese e catequistas; fiéis defuntos …).

 

Senhor, que no monte da transfiguração nos mandastes escutar o vosso Filho, atendei a oração que o seu Espírito fez nascer nesta santa assembleia pela Igreja, pelo mundo e por nós mesmos. Por Cristo Senhor nosso.

 

 

 

UNIDOS PELA PALAVRA DE DEUS Proposta para ESCUTAR, PARTILHAR, VIVER E ANUNCIAR A PALAVRA NAS COMUNIDADES DEHONIANAS Grupo Dinamizador: P. Joaquim Garrido, P. Manuel Barbosa, P. José Ornelas Carvalho Província Portuguesa dos Sacerdotes do Coração de Jesus (Dehonianos)

  

 

 

 

 

 

 
  
  
 

 

    

 

 

 

 
 

93 comments

  1. Luis Alberto Zandamela

    Pertenço a uma comunidade que se chama Stª Ana de Tchumene em Maputo
    Gostaria de passar a acompanhar as leituras e reflexões , para ajudar os irmãos da comunidade a participar nas missas e não assistir a missa por falta de elementos fundamentado da liturgia do dia.
    seja louvado nosso senhor Jesus Cristo

    • Comentario interessante…………alguns vao a missa mas nao procuram compreender a mensagem da liturgia da Semana…..

      ROGERIO, ARQUIDIOCESE DA BEIRA, PAROQUIA SAO JOSE – MUNHAVA

    • Mercês Carlos

      Sou Ministra da Palavra numa comunidade de leigos,e estudo muito e busco muitas orientações com a Igreja católica para melhor refletir com minha comunidade sobre as leituras e evangelhos do Domigo. Também gostei muito destas reflexões ,elas vão me ajudar e muito..Obrigada. gostaria de sugerir que façam perguntas só pra fazer pensar .ajuda muito tb!! obgada!!!

    • moro em Macapá AP pertenço a paróquia sta Teresinha do menino Jesus, eu sou ministro extraordinário da comunhão, mais também gosto de compartilhar a reflexão da palavra.

  2. Muito bom o comentário

  3. A primeira leitura Do Isaías , serei eu a ler , pelo que com esta reflexão , irá me ajudar a partilhar a mesma com os irmãos da comunidade.

  4. Emiliano kambome Emy

    Grato por ter concebido essa boa nova será q estamos preparado para receber o Jesus Cristo

    • Fidel armando jossinai

      boa tarde irmaos em Cristo

      escrevo de Mocambique-Maputo sou animador da paroquia santa teresinha do menino jesus de liqueleva descobri este site e as reflexoes de cada domingo e tenho certeza que vao me ajudar muito na minha caminhada e nas minhas funçoes de partilhar a palavra com a comunidade.

  5. Maria Aparecida Nogueira Alves

    Adorei este site

  6. Paulo Jorge Ribeiro Pereira

    A reflexão teológica comentada é de uma sabedoria muito importante.Nos abre a mente para parte do conhecimento que muitas vezes passa despercebido.Todo o conhecimento sobre aquele tempo nos faz refletir sobre a palavra da Escritura Sagrada.Tudo o que viveram aquelas pessoas da época.Suas realidades,e convívio.
    Trazendo para nossa realidade, serve para cada um de nós refletir sobre nossas vidas,como estamos hoje vivendo?Qual é nosso comportamento?
    Nos tempos de hoje estamos ouvindo a voz do verdadeiro profeta?
    Vamos refletir no nosso intimo sobre como esta sendo a minha vida?
    Estou vivendo de acordo com os ensinamentos que tenho aprendido através da Sagrada Escritura?
    Que cristão filho de Deus estou sendo eu?

  7. Teofilo Sumburane

    boa tarde irmaos em cristo e saudavel escutar e viver a palavra de Deus

  8. monica gonçalves de paula

    MUito bom ter essa oportunidade pois esclarece oassunto da missa. indo preparada tenho muito maior facilidade de compreensão

  9. Eu gostaria que publicassem também as orações dos fiéis. Gosto de usar algumas que nos tocam também.

  10. faco parte da comunidade de Quixaba de Santa Rita em tucano Bahia, gostei da reflexão, faço parte de grupo litúrgico e costumes partilhar a palavra, suas palavras irá me ajudar muito.

  11. Boa tarde irmãos em cristo, sou moçambicana e da comunidade S. Francisco Xavier de Benfica, busco as reflexoes das liturgias neste site desde Setembro de 2014 e tem sido interessante o aprofundamento da palavra que faça aqui, pelo menos uma vez por semana.

  12. boa tarde irmãos, esses comentários, servem de suporte para as reflexões do domingo. “sou ministro da palavra na comunidade nossa senhora aparecida Apicum-açu MA”.

  13. Flávio Caiango Lourenço

    Gostei imenso…obrigado.

  14. Estes comentarios alem de serem maravilhosos assuntos catequeticos ,tambem nos fazem vivenciar e refletir em nossas vidas. PARABENS a voces nao perco um domingo. Abraco DEUS ABENCOE A TODOS VOCES.

  15. Fatima de andrade

    Adorei encontrar este site, batante completo e informativo, obrigado

  16. E DEPOIS DE UMA TEOLOGIA TAO PERFEITA COMO ESTA, AINDA HA QUEM DIGA Q A NOSSA RELIGIAO NAO EXISTA.

  17. josé Joaquim Pinho da Costa

    Olà,
    Encontrei este site por mero acaso.
    Està um trabalho exelente.
    Estou a escrever-vos da Suissa, mais propriamente de La-Chaux- de Fonds, que pertence ao cantão de Neuchatel.
    Pertenço á Comunidade Católica de Lingua portuguesa de: La-Chaux-de-Fonds.
    Estamos num projeto de raís para dinamizar a Comunidade. Vou encontrar muita ajuda no vosso site.
    Um bem haja e que Deus vos abençôe.

    José Costa

  18. Ola,
    Eu pertenço a paroquia de Nossa Senhora de Fátima – Laulane- Maputo, tenho acompanhado as reflexoes liturgicas neste site semanalmente, ajuda na partilha da palavra com os irmaos e a reflectir a nossa vida como cristaos. parabens pelo vosso trabalho. Deus abençoe voces.

  19. Inocencio Zuia

    O trabalho esta perfeito e ajuda-nos bastante.

  20. Administrador do site

    Caros visitantes,
    É muito gratificante receber tantas mensagens a elogiar o nosso site e os nossos trabalhos nele contidos.
    Desejamos que cada visitante encontre nele as respostas que procura e o acolhimento que espera.
    Agradecemos todas as mensagens vidas de toda a parte do mundo.
    O nosso bem haja.

  21. ME IDENTIFIQUEI COM ESSE SITE,POIS RESUMEM O EVANGELHO E AS LEITURAS ,COM SEU JEITO SIMPLES,AMEI,SEMPRE Q CELEBRO EM MINHA COMUNIDADE RECORRO,POIS É MUITO BOM E NOS ABRE A CABEÇA PARA AS LEITURAS,E COM UM JEITO MAIS FACIL DE ENTENDIMENTO,OBRIGADO…

  22. Geraldo Sabella

    Bom dia a todos deste magnifico site
    Eu sempre acompanho as reflexões e as acho magnificas.
    São padres verdadeiramente inspirados por DEUS para ajudar as comunidades do mundo inteiro.
    Que DEUS os abençoe sempre com graças e bençãos.

  23. Geraldo Sabella

    Boa tarde a todos deste site bendito!!
    Fico mesmo emocionado em ver a sabedoria dos padres que faz reflexões tão profundas sobre o SANTO EVANGELHO.
    Que DEUS abençoe a cada um, responsável por essa obra verdadeiramente a serviço de nosso Senhor JESUS.

  24. Parabéns é um trabalho interessante e util

  25. Sempre tive o costume de pesquisar as leituras da semana, assim como a sua interpretacao e por vezes achei k fosse errado o acto, mas por meio desta pagina ganhei mais forca e vontade de continuar a fazer……MUITO OBRIGADO

  26. Bom dia, sou de Luanda Angola gostaria de ter sempre a vossa colaboração e ajuda no que toca ao envio de monição das leituras. Na minha Paróquia sou Leitor, Ministro Extraordinário da comunhão, e Responsável da Pastoral Familiar (Grupo de Casais)Paróquia de Santa Ana, Luanda, Angola.

  27. Eu sou Arlindo j’timane da paróquia n’s de livramento t3 Maputo/Matola
    obrigado pela liturgia da palavra, e desta forma agradecer e dar força. “força, o caminho é p’ra frente”
    Seja lovado nosso senhor Jesus cristo

  28. Muito obrigada pelo vosso zelo, pela vossa ajuda espiritual.
    Deus vos abençõe sempre!
    Um abraço amigo

  29. Pedro Cavingi

    Ogradecer o vosso trabalho, seja louvado o nome de Nosso Senhor Jesus Cristo.

  30. Agostinho Machado

    Gostaria de agradecer a administração deste site pela colaboração de ensinamento religioso.
    Tenho consultado este site por várias vezes e obtido bons resultados.
    Sou brasileiro e vejo que pessoas de outros paises também faz pesquisa.
    Um grande abraço; do Amigo… Agostinho.

  31. Agostinho Machado

    Obrigado administração deste site.

    Um abraço do amigo: Agostinho

  32. António Anosso

    Estimei bastante as leituras propostas para 23 Semana do tempo comum. Gostaria de partilhar com os irmãos de que as mudanças levam o seu tempo e sempre é possivel mudar desde que aceite para tal e se deixe transformar. De acordo com as leituras propostas para este fim de semana, os irmãos terào uma energia diferente porque o eangelho vai nos acordar e ter em mente e no coração de que Deus só quer a vida e se o irmão e a irmã nao colherem com animo essas mensagens, significa que nao amam a vida. Se a amam, creio eu que todos participaremos activamente. A minha comunidade é Martires de Uganda. Pese embora debaixo de cajueiro, temos cantado e louvado o Senhor da vida. Não imagino depois de termos um espaço próprio e uma capelazinha.
    Estamos ao longo da circular, Bairro Mathlemele e pertencemos a Paróquia de Khongolote – Municipio de Matola.

    Vida de Deus para todos e todas. Amen

    Rezem por nós.

  33. Francisco Jordao Macuacua

    Muito obrigado pelas Leituras e comentário que enriquecer na minha fé,sou da comunidade Santo Agostinho Paroquia Santíssima Trindade.Maputo.Magoanine C

  34. Obrigado por este site que muito me ajuda a seguir as Missas, semana atrás de semana. Por vezes até, passo o domínio ngo no estrangeiro, onde se falam línguas bem diferentes do português, e aí mais ainda, este site é-me precioso.
    Em Lisboa, no entanto, temos Missas dominicais após as 22h de domingo e por esta razão gostaria de pedir que, se possível, não procedam à actualização para as leituras do domingo seguinte a tes de ter terminado cada domingo.
    Um grande bem-haja, Deus vos guarde.

  35. meu nome é laura faço parte do grupo de liturgia de nossa senhora de Fátima em Angola e gostaria muito de ler as reflexos das leituras para poder ajudar o grupo e os demais fies.

  36. Anselmo Casamula

    Boa noite irmaos em crsito

    Sou cristao, membro da igreja santissima Trindade, comunidade Santo Agostinho- Mocambique – Maputo, queria primeira agradecer a Deus pelo Dom da vida, é com grande prazer , ter descoberto este site que de certa forma ajuda-me na fortificaçao e no aprofundamento da fé. gostaria de aceder ao vosso newletter semanal e queria saber quais sao os condicionalismo.

  37. Geraldo Sabella

    Eu agradeço a Belíssima reflexão que vocês fazem, pois com ela eu me inspiro a falar a minha comunidade, pois sou ministro da palavra e assim, com a reflexão que vocês publicam, eu sei que falo à comunidade a linguagem de nossa Santa e amada Igreja.
    Que DEUS abençoe a cada um de vocês hoje e sempre!!!

  38. Maria do céu Paulino

    É com as vossas reflexões que preparo a Lettio Diivina de cada semana no grupo de oração de S João do Estoril. Muito obrigada.

  39. Alexandre Ismael Gastene

    Grato pelas leituras!!!

  40. As refleçoes que aparecem ajudam muito na vida quotidiana.Leio com frequencia esta pagina porque ajuda-me muito na minha vida de cristao e de responsavel do ministerio da liturgia e da palavra da minha paroquia nao sou, faço parte dos formadores dos futuros catequista.Bem haja!….
    Jose Barreto – Arquidiocese da Beira-Sofala-Moçambique – Paroquia do Sagrado Coraçao de Jesus Macuti.

  41. Maravilhoso site; sou agente de pastoral junto à Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora, em Campinas, Brasil. O conteúdo dos comentários muito nos auxilia na vida da comunidade, numa reflexão mais profunda e dinâmica do nosso trabalho pastoral. Parabéns.

  42. Muito interessante este comentário, achei na pesquisa do google, passarei a seguir diariamente.

    Porto Feliz – SP – Brasil – Paroquia Nossa Senhora da Conceição Aparecida – Comunidade São José e São Bento.

  43. Que pena que não nos proporcionem a partilha da vossa selecção de canticos liturgicos das vossas celebrações! Eu sou um humilde leigo, organista, mas poucos conhecimentos sobre liturgia e seria uma excelente ajuda!
    Será que posso contar com a vossa colaboração?
    Obrigado!
    João

  44. Indiscutivelmente um auxiliar muito importante para a compreensão da profundeza das leituras dominicais.

    Parabéns

  45. Louvável a sabedoria dos que nos proporcionam estas partilhas. São de uma preciosidade imensurável. Ajudam nos a cultivar as mentes e perceber o quão viver com Deus é muito bom. Socorro-me sempre deste site para as reflexões das leituras dominicais. Deus vos abençoe e aumente cada vez mais este acto que eu chamo de verdadeira CARIDADE.
    Sou Fátima da Paróquia São João Evangelista da Malhangalene, Maputo, Moçambique.

  46. patricia marques

    Muito bom. Agradeço aos responsáveis pelo site.
    Moro na Brasil e descobri esse site recentemente e me ajudou muito.
    Bjss!!! Parabêns pelo trabalho de vocês!

  47. Gosto da vossa disponibilidade em publicarem a liturgia dominical. Eu Dora Maria nasci no Algarve fui batizada na paróquia de Santa Barbara de Nexe distrito e conselho de Faro: tinha um mês quando recebi o Primeiro Sacramento, nasci em Março em Abril do mesmo ano, pelo Padre Jacinto Rosa, na época Prior da paroquia citada. Desde sempre residi em Lisboa junto a meus pais e família, fiz os restantes sacramentos na paróquia de São Gorge de Arroios , onde continuo a residir, sou voluntaria da SCML e catequista na paróquia dos Anjos. Os meus cumprimentos Dora Pires

  48. luis eduardo almeida lopes

    Meu nome é Luis Eduardo e faço parte da igreja Santo Expedito da Cidade Miguel Badra em Suzano SP e faço parte do canto e da leitura e gostaria muito em aprender a tocar teclado, mas estou com dificuldades de ter um curso de teclado,comecei a ter aulas particular mas tive que parar por não ter condições financeiras de continuar os estudos, é uma pena pois eu gosto muito de tocar e quem sabe este ano eu continuo os estudos.

  49. Gostei imenso deste página gostaria de ser actualizada semanalmente em relação às leituras dominicais e diária assim com aprender a fazer uma munição correcta.

    Pertenço ao grupo de leitores do centro Beato João Paulo II de talatona Luanda/Angola

  50. fernandacastro78.@gmail.com

    Agradeço. Venho todas as semanas ler as leituras da missa dominical.

  51. sou catequista e faço parte da equipa pastoral familiar.da minha paroquia.
    Venho agradecer por me ser possivel vir ao vosso site para.poder ler as.leituras do dia e melhor as compreender com.a vossa explicaçao

  52. Eu sou Miguel Canzamba da comunidade sagrada família em Luanda Angola Boa noite irmãos é a primeira vez entro nesta página
    Louvado seja Deus nas alturas

  53. Bela reflexão… Sou ministra da Palavra e Eucaristia, e essa homilia me ajudou. Parabéns a todos membros do site. Tatuí-SP

  54. Sou primeiro Responsavel pela 15 comunidade neo catecumenal de Umuarama parana brasil vejo sempre os comentários deste site e fico agradecido pois muito tem me ajudado,paz e bem a todos .

  55. João Freire Amado

    Impossibilitado de participar da missa dominical, por estar deslocado da cidade onde moro (Aracaju/Sergipe/Brasil), em tratamento de saúde, desejei saber quais as leituras da liturgia de hoje. Fiquei imensamente satisfeito por encontra-las nesse site, acompanhadas de comentários muito construtivos para nossa vida. Que Deus derrame suas graças sobre todos os que compõem essa equipe e dê muita luz para todos aqueles que o acessam. Louvado Seja Nosso Senhor Jesus Cristo.

  56. Gostei deste site. Assim posso seguir todo o serviço da igreja e ler todas as leituras,.
    Obrigada é um bom serviço.

  57. Paz e Bem, meus amados irmãos em Cristo Senhor!

    Gostei imenso do vosso Site, por isso, gostaria de vos acompanhar a partir desta data.

    Bem Hajam à todos quanto contribuam para o conhecimento da Palavra de Deus!

    Um abraço fraterno!

    Valter de Melo

    • Nesta quaresma oremos para nos transformar-nos não em carne, mais em coração para ser mesercodioso
      que Deus vos faça caminhar .Equipista N.Senhora

  58. Ao procurar as leituras dominical, deparei com esse site. Que bom!! Que Deus continue iluminando vocês e a todos nós que acessamos.

  59. Reginaldo D. Figueiredo

    Deixo aqui minhas felicitacoes por um trabalho tao bem elaborado e feito com amor.
    Deus na sua infinita misericordia abencoe a todos.
    Sou candidato ao diaconado permanente e peco-lhes a vossa oracao.
    Paz e Bem.

  60. Os meus parabéns pelo vosso trabalho e desejo-vos um domingo de ramos cheio de paz.

  61. Como é tão bom descubrir outros irmaos moçambicanos que buscam a sua espiritualidade neste site. Acredito que de entre varias formas boas da evangelização esta é uma das melhores. Não se esqueçam de visitar a porta santa eu fi-lo no domigo passado em Magude onde a minha paroquia fez-se em peso .(Nª senhora das Vitorias Malhangalene. Que espirito santo esteja convosco.

  62. Ermelinda Nely Claricia Matangue Ferreira

    Achei muito interessante este site, aqui aprendo bastante para melhorar meu serviço como ministra da palavra na comunidade São Luís Gonzaga de Tsalala, Matola – Moçambique

  63. Os senhores padres, que nos brindam com suas reflexões e explicações, não imaginam como seus ensinamentos nos ajudam a compor discussões fraternas! Por favor, continuem firmes nesse trabalho de evangelização e saibam que seus esforços estão surtindo efeitos muito positivos, até além-mar! Que a paz esteja sempre com vocês! Arnaldo – Brasil.

  64. hHrondina Chirruco

    Bom dia Irmãos

    Sinto me muito abençoada por ter encontrado este site,.

    Cada dia renovo a minha fee aprendo muito.

    A toda equipe desejo que Deus abençoe rica e abundantemente.

    Amem

  65. Amancio Matsinhe

    Obrigado pelo site. Dantes eu tinha que ir comprar estas reflexões nas Paulinas. Agora esta mais fácil e pratico. Da Comunidade de Mastrong escreve-vos Amâncio Matsinhe.
    Domingo abençoado a todos.

  66. bom dia amados irmãos,
    sou leitora da igreja S. Francisco Xavier em Angola, Luanda.
    gosto muito do site é nele onde estou a aprender a fazer as minhas reflexões, tem me ajudado a compreender as leituras e a fazer a admonições para as missas na nossa paroquia. continuem fazendo isso para o nosso bem.
    Paz e Bem.

  67. Comportamento dos dirigentes do dia; nao olham com os olhos os pobres, infelizmente esta mensagem de Deus nao chega aos ouvidos deles. Deus dá aos pobres o conforto eterno. dinheiro tem varios nomes, e a vida do teu irmao? teu dinheiro irá apodrecer e voce meu amigo ladrao, amarrado com bens materiais qual vai ser o teu destino?

  68. Aqui na Comunidade são Vicente de Paulo, Machava, Matola, Moçambique, acompanhamos vossas reflexões. Muito obrigado e avante Palavra de Deus.

  69. Procuro ler estas reflexões durante a semana. Depois disso a missa de domingo tem “outro sabor”

  70. Boa tarde,

    Sou ministra da Palavra e gostaria de receber as reflexões da liturfia diaria para assim poder ajudar meus irmãos de caminhada.

    Fico grata

    Margarete da Paroquia São José de Maracanaú – Ce.

  71. Realmente homem é um ser cósmico. Ele é parte da natureza e a natureza faz parte dele. Deus, o Senhor da história, faz reviver tanto a natureza como o homem com sua palavra poderosa criadora. A alegria do homem deve ser também alegria da natureza e vice-versa. OBRIGADO DEUS.

    • SLNSJC, meu nome é Luís António Tembe pertenço a comunidade Santo António na Paróquia Nossa Senhora das Mercês em Maputo gostei muito deste site creio que vai me ajudar sempre é importante compartilhar a palavra de Deus para com os irmãos. Assim seja.

  72. bom dia irmãos em cristo

    é uma benção encontrar este site, e dele poder estar mais próximos dos irmãos através da palavra de Deus.
    Que o senhor continue iluminando o coracao de cada um de nos.Amen

  73. Eduarda Pimentel

    Aos padres Dehonianos,

    Gostei muito de conhecer o vosso “site” pois apresenta todas as leitura da Eucaristia dominical e, não menos importante, uma proposta de reflexão.

    Bem-hajam!
    Eduarda Pimentel

  74. Doracilda Nunes de Avelar

    Não conhecia este site. Adorei! Vou acompanhá-lo sempre.

  75. Muito interessante esta página e nos ajuda muito nas reflexões. Excelente.

Responder a Belmira Saeze Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado.