Igreja do Algarve tem dois novos sacerdotes

A Igreja do Algarve voltou a viver ontem um dia de festa pela ordenação de mais dois sacerdotes, dia em que assinalou também a celebração do seu padroeiro, São Vicente, diácono e mártir.

Ordenacao_sacerdotal_padres_fabio_pedro_samuel_camacho-8
Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

Os padres Fábio Pedro e Samuel Camacho, respetivamente de 33 e 27 anos, foram ordenados ontem à tarde pelo bispo do Algarve na igreja de São Pedro do Mar, em Quarteira, na celebração da Eucaristia, participada por largas centenas de pessoas oriundas de toda a diocese.

Congratulando-se por a Igreja algarvia ter sido “enriquecida com dois novos presbíteros”, D. Manuel Quintas afirmou na Eucaristia que “a ordenação de cada novo presbítero constitui sempre a prova da bondade e do amor de Deus para com o seu povo”.

Ordenacao_sacerdotal_padres_fabio_pedro_samuel_camacho-18
Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

O bispo do Algarve congratulou-se igualmente com a numerosa presença de cristãos algarvios que, com ele, invocaram “o Espírito Santo para que configure com Cristo, o Samuel e o Fábio e os consagre como verdadeiros sacerdotes da nova Aliança, para anunciar o evangelho, celebrar o culto divino e apascentar o povo de Deus como pastores, segundo o seu coração manso e humilde”.

A todos os presentes e, de modo particular, aos dois novos sacerdotes, D. Manuel Quintas destacou o “triplo convite” que a Palavra de Deus escutada apresentou: “Confiança em tempo de tribulação; fidelidade em tempo de provação; e testemunho/martírio em todas as situações”. “O Senhor surpreende-nos sempre com a sua bondade, a sua misericórdia e o seu amor providente e desperta em nós sempre mais a confiança filial”, desenvolveu, lembrando que “a fidelidade nasce da firmeza da fé e a fé, por sua vez, será tanto mais sólida, quanto mais enraizada na palavra é Cristo”.

Ordenacao_sacerdotal_padres_fabio_pedro_samuel_camacho-39
Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

“Renovemos a nossa adesão a Cristo para não cedermos ao desânimo, nem nos conformarmos com formas de vida sem futuro”, pediu o bispo diocesano. “Unamos a nossa oração à de toda a nossa Igreja neste dia, louvando o Senhor pelos pastores que nos concedeu e continua a conceder-nos”, acrescentou na Eucaristia concelebrada pelo bispo emérito do Funchal, natural de Loulé, D. António Carrilho.

“Rezemos hoje, de modo particular, por estes dois ordinandos para que a sua consagração a Cristo, ao anúncio do Evangelho e ao serviço daqueles que lhe forem confiados, com a proteção de São Vicente, possam transformar a sua vida em semente lançada nesta nossa terra algarvia – qual fermento que levada e faz crescer, luz que ilumina e aquece, sal que tempera e dá sabor –, na certeza que é dando a vida que produzimos os frutos abundantes do Reino de Deus”, apelou.

Ordenacao_sacerdotal_padres_fabio_pedro_samuel_camacho-45
Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

D. Manuel Quintas agradeceu aos pais dos dois novos sacerdotes pelo “dom” dos seus filhos a Deus e à Igreja. “Certamente que Deus vos retribuirá com muita abundância este dom que lhes fizeste dos vossos filhos”, afirmou.

Após a homilia, a celebração prosseguiu com o rito da ordenação dos sacerdotes, constituído por alguns gestos significativos, mas que teve como momento mais importante o da ordenação propriamente dita com a imposição das mãos do bispo diocesano sobre os ordinandos.

Ordenacao_sacerdotal_padres_fabio_pedro_samuel_camacho-48
Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

Um dos gestos significativos foi a colocação das mãos dos ordinandos nas mãos do bispo, um gesto de comunhão e de unidade, prometendo-lhe obediência e reverência enquanto sucessor dos apóstolos, sinal e garante da unidade da Igreja e desta com a Igreja de Roma.

Ordenacao_sacerdotal_padres_fabio_pedro_samuel_camacho-34
Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo
Ordenacao_sacerdotal_padres_fabio_pedro_samuel_camacho-36
Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

Os outros momentos de maior emoção aconteceram já depois das ordenações com os recém-ordenados a serem revestidos com as vestes sacerdotais, recordando que, antes de mais, se devem continuar a revestir de Cristo.

Aos sacerdotes foi-lhes entregue a píxide e o cálice.

Ordenacao_sacerdotal_padres_fabio_pedro_samuel_camacho-75
Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo
Ordenacao_sacerdotal_padres_fabio_pedro_samuel_camacho-77
Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

Igualmente significativos foram os abraços aos restantes padres presentes, concelebração eucarística já participada pelos novos padres, a que se associaram os restantes sacerdotes e diáconos, vários deles vindos de fora da Diocese do Algarve, incluindo os formadores do Seminário Maior de Évora.

O padre Fábio Pedro celebrará a sua ‘Missa Nova’ no próximo domingo, 30 de janeiro, às 17h na igreja da Boa Hora, em Loulé. O padre Samuel Camacho celebrará a sua ‘Missa Nova’ no domingo, 6 de fevereiro, às 17h, na igreja de São Pedro de Faro.

 

Fonte: https://folhadodomingo.pt

Check Also

Família, uma comunidade de crescimento da fé.

A família é, de facto, a primeira e mais importante comunidade educativa. A escola e …