A propósito dum aniversário – 21 de junho de 2022

        Manda a tradição, que os aniversários dos indivíduos, das instituições, dos acontecimentos marcantes ou outros, sejam devidamente assinalados, exprimindo, assim, o júbilo pelo dom da vida, pelas novas aquisições do progresso, da ciência e do bem estar, ou, inversamente, as manifestações de pesar pelos acontecimentos sombrios que a história registe.

         Bem mais gratificante é poder assinalar os eventos jubilosos que os trágicos ou deprimentes, conquanto também estes não devam cair no esquecimento, pelas lições e alertas que nos podem conferir.

          Entre os primeiros, somos, como paróquia, convidados a celebrar, no próximo dia 21 do corrente mês de junho, mais um aniversário, quer da sua ereção canónica, quer da nova igreja de S. Luis que está na sua génese.

          Esta data tem vido a ser devidamente evocada em cada ano mas, desta vez, deverá sê-lo com ainda maior expressão, dado tratar-se precisamente do seu trigésimo aniversário.

          Um tempo muito curto, para uma comunidade paroquial ainda jovem e para um templo bem recente, mas cremos já com suficiente história para contar.

           Assinalando mais de quatro séculos como nova paróquia da cidade de Faro, após a última a ser ereta, ela assume-se, para o futuro, como sinal expressivo de paróquia nova, na dobragem do século vinte e um e do segundo milénio cristão.

            Nascendo como protagonista dum novo estilo de ser igreja, tem corporizado já, ao longo das primeiras décadas (não sem questionamentos vesgos e retrações calculistas de uns quantos, mercê da original e prospetiva dinâmica de quem a gerou e geriu), alguns dos eventos mais marcantes da igreja local.

            As manifestações anualmente ocorrentes por ocasião das celebrações aniversárias, designadamente das suas bodas de prata, na altura dignamente  assinaladas, bem como outras realizações ao serviço da diocese, são disso testemunho patente.

             Serão estas motivações a acrescer, no realce dos trinta anos que vão ocorrer.

             Que a paróquia seja grata e pródiga no louvor ao Senhor pelo grande dom que lhe foi conferido e se reconheça nos desafios que hoje lhe são lançados como igreja do futuro.

Check Also

26 de junho de 2022 – 13º Domingo do Tempo Comum – Ano C

Este mês de junho é marcado pelas festas dos chamados santos populares. Lembram-nos que a …