A beleza mais sublime é a do que não se vê

O belo está em mim e não sou eu. Belo é o que me desperta no meio dos meus dias. Simples, é um mistério que aponta para a verdade em mim.

A impressão que algo nos causa depende mais daquilo que somos e do que procuramos do que daquilo que, na crua realidade, se apresenta aos nossos sentidos.

Nada deste mundo é belo em si e o que aqui há de belo deve-o ao outro mundo de que este faz parte. A beleza é uma pegada da eternidade.

É uma espécie de loucura cheia de razão, que não serve senão para que eu descubra em mim um encanto que só eu posso ver.

A beleza age sobre quem não se apercebe dela. Há até quem dê a sua aos outros, sem dedicar um segundo das suas horas a contemplá-la.

Não há vida mais bela do que a de quem se eleva até ao céu e o traz até aqui, com o único objetivo de que todos os que não ousam deixar o seu espírito ser livre e voar… possam também descobrir a beleza da existência.

Não há beleza nenhuma no superficial Aquilo a que muitos chamam belo é apenas um engano, uma mentira que não passa dos olhos para dentro.

Tens o dever de ser belo, semeando naqueles que se cruzam contigo alegrias inesperadas, suaves e profundas, que lhes fazem ficar gratos pela sua própria vida.

 

Fonte:https://agencia.ecclesia.pt/ 

Autor: José Luís Nunes Martins  

Check Also

Pedir a Fé

Quando ao longo do Evangelho, nos são relatados vários milagres, podemos constatar qe muitos deles …

Sahifa Theme License is not validated, Go to the theme options page to validate the license, You need a single license for each domain name.