8 de setembro de 2023 – Festa da Natividade da Virgem Santa Maria

A festividade que hoje celebramos é de grande antiguidade na Igreja, e também é grande a alegria com que damos os “parabéns” a nossa Mãe do Céu. Connosco a Criação inteira exulta de alegria ao recordar aquela ocasião, em que “contemplou”, por primeira vez. a criatura nova e única que acabava de nascer. Nossa Senhora é fruto do amor de Deus por Ela e por nós.

Há de a Virgem conceber e dar à luz um Filho

“Exultamos de alegria no Senhor, ao celebrar o nascimento da Virgem Santa Maria, da qual nasceu o sol da justiça, Cristo nosso Deus” (Cântico de entrada). A Igreja celebra o dia 8 de Dezembro a Solenidade da Conceição Imaculada de Nossa Senhora. Decorridos nove meses, exulta de alegria com o nascimento de Aquela que virá a ser a Mãe de Deus. A genealogia de Jesus, que lemos hoje no Evangelho de S. Mateus, que difere sensivelmente da recolhida por S. Lucas, (3, 23-38). A diferença é devida a que os dois evangelistas seguem dois ramos diferentes. S. Mateus por via de José e S. Lucas por via de Maria, tendo ambos antepassados comuns. Não é descabido apresentar a genealogia de Nosso Senhor no dia do nascimento da Virgem Santa Maria, porque quando Ela nasce, de alguma maneira, nasce também Jesus Cristo. Quando a luz do sol, a aurora, começa a iluminar a Terra, antes do astro aparecer, a sua presença já se manifesta inundando de luz os campos e as cidades. Nossa Senhora é Luz de Cristo, porque aquele pequeno corpo que vê, ao nascer, a luz do sol, dará o seu corpo a Nosso Senhor. A Santíssima Humanidade de Jesus recebe o corpo só de Maria, por obra do Espírito Santo. Por isso Maria, ao nascer, traz no seu corpo, santificado pela plenitude da graça da sua alma, a Luz do Mundo. Aquela pequena criatura é a primeira redimida, a Redenção de Cristo já está a operar na Humanidade, e embora ninguém o saiba, a Criação exulta de alegria no Senhor com a nova luz que ilumina a Terra.

“Exultemos de alegria no Senhor”. Sim exultemos neste dia de festa, perante a maravilha que aconteceu no mundo com o nascimento de Nossa Senhora. Mas todos os nascimentos devem ser recebidos com exultação. Toda vida humana é fruto de um ato de amor de Deus único e de valor incalculável. Como escreveu o Papa Francisco “cada vida que se cruza connosco é um dom e merece aceitação, respeito, amor”. Por isso cada recém-nascido é um dom de Deus para os pais, para a família, para sociedade e para a Humanidade inteira. Toda vida humana é sagrada. Hoje, contemplando Nossa Senhora no pequeno berço onde dorme, pedimos a Deus que seja reconhecido, de novo, sem hesitações, o valor sagrado de toda vida humana desde o seu início até ao seu fim natural.

 

Belém-Efratá, a mais modesta entre as famílias de Judá 

A leitura do livro do profeta Miqueias, uma das previstas para a festa de hoje, apresenta-nos os tempos messiânicos. O texto, diz, em referência a cidade de David: “de ti Belém-Efratá, pequena entre as cidades de Judá, de ti sairá aquele que há-de reinar sobre Israel”. Aquele, que aqui é referido, o Messias, Jesus, nasceu pequeno e franzino, como todas as crianças. Ele veio ao mundo em Belém, considerada “cidade pequena entre as cidades de Israel”. A povoação de Belém deve a sua grandeza ao fato de nela ter nascido Nosso Senhor. Também Nossa Senhora, a humilde donzela de Nazaré, era uma mulher desconhecida para o mundo, e a sua vida uma vida simples e comum. Podemos dizer que Maria, como Belém, deve a sua grandeza e santidade ao fato de ter nascido dela o Filho de Deus encarnado.

Não é difícil concluir, por tudo isto, que aquelo que parece não ter valor para os homens, muitas vezes é um tesouro aos olhos de Deus. O profeta Samuel fez saber a Jessé, pai de David, que “o que o homem vê não importa; o homem vê as aparências, mas o Senhor olha o coração.» (1 Sm 16, 7).

São muitos os exemplos da Sagrada Escritura que o confirmam: David parecia insignificante perante Golias o campeão do exército filisteu; As duas moedas que a viúva pobre lançou no mealheiro do templo nada valiam aos olhos dos homens; os doze homens a quem Nosso Senhor confia a sua Igreja eram claramente incompetentes aos olhos do mundo…Além disso, Deus escolhe três crianças analfabetas para dar a conhecer ao mundo uma mensagem de consequências universais e o mesmo tinha acontecido pouco antes com a pobre e inculta Bernadette.

Quanta confiança nos deve dar este modo de proceder de Deus. Devemos compreender que nós, que pouco ou nada valemos, podemos ser valiosíssimos aos olhos de Deus se houver amor no nosso coração. Sim, a tua vida tem muito valor diante de Nosso Senhor. O teu trabalho, a tua oração, a tua caridade, o teu serviço diário à família, aos amigos, aos mais necessitados, são um tesouro de santidade. Vamo-nos tornando santos sem dar conta. Santos, tal vez, de aqueles que o Papa Francisco chamava “os santos da porta do lado”. Outros escrevem livros, são sábios, fundam grandes empreendimentos apostólicos…Nós procuremos ter um coração cheio de amor a Deus realizando por amor os afazeres de todos os dias.

Deus vê os corações. E Deus olhou para aquele pequeno coração que latejava no corpinho, recém-nascido, embalado por S. Ana, e viu a mais perfeita imagem e semelhança de Si próprio que já fora criada. Podemos dizer que Deus, comprazido, embalou essa criança nos braços do Seu amor “celebrando com alegria o nascimento da Virgem Santa Maria”.

Exultemos de alegria também nós ao saber que Deus quer-nos envolver, cada vez mais, no seu amor para que, sendo tão pouca coisa como somos, sejamos felizes e santos.

Check Also

O MAIOR PECADO É NÃO FAZER O BEM

O mais condenável de todos os erros não é fazer o mal, mas sim deixar …

Sahifa Theme License is not validated, Go to the theme options page to validate the license, You need a single license for each domain name.