5 de novembro de 2023 – Liturgia do 31º Domingo do Tempo Comum – Ano A

LEITURA I Mal 1, 14b – 2, 2b.8-10

Leitura da Profecia de Malaquias

Eu sou um grande Rei, diz o Senhor do Universo, e o meu nome é temível entre as nações. Agora, este aviso é para vós, sacerdotes: Se não Me ouvirdes, se não vos empenhardes em dar glória ao meu nome, diz o Senhor do Universo, mandarei sobre vós a maldição. Vós desviastes-vos do caminho, fizestes tropeçar muitos na lei e destruístes a aliança de Levi, diz o Senhor do Universo. Por isso, como não seguis os meus caminhos e fazeis aceção de pessoas perante a lei, também Eu vos tornarei desprezíveis e abjetos aos olhos de todo o povo. Não temos todos nós um só Pai? Não foi o mesmo Deus que nos criou? Então porque somos desleais uns para com os outros, profanando a aliança dos nossos pais?

Palavra do Senhor.

 

SALMO RESPONSORIAL Sl 130 (131), 1.2.3

Refrão: Guardai-me junto de Vós,
na vossa paz, Senhor.

Ou: Guardai-me na vossa paz, Senhor.

Senhor, não se eleva soberbo o meu coração,
nem se levantam altivos os meus olhos.
Não ambiciono riquezas,
nem coisas superiores a mim.

Antes fico sossegado e tranquilo,
como criança ao colo da mãe.
Espera, Israel, no Senhor,
agora e para sempre.

 

LEITURA II 1Ts 2, 7b-9.13

Leitura da Primeira Epístola do apóstolo São Paulo aos Tessalonicenses

Irmãos:
Fizemo-nos pequenos no meio de vós. Como a mãe que acalenta os filhos que anda a criar, assim nós também, pela viva afeição que vos dedicamos, desejaríamos partilhar convosco, não só o Evangelho de Deus, mas ainda a própria vida, tão caros vos tínheis tornado para nós. Bem vos lembrais, irmãos, dos nossos trabalhos e canseiras. Foi a trabalhar noite e dia, para não sermos pesados a nenhum de vós, que vos pregámos o Evangelho de Deus. Por isso, também nós damos graças a Deus sem cessar, porque, depois de terdes ouvido a palavra de Deus por nós pregada, vós a acolhestes, não como palavra humana, mas como ela é realmente, palavra de Deus, que permanece ativa em vós, os crentes.

Palavra do Senhor.

 

EVANGELHO Mt 23, 1-12

+ Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus

Naquele tempo, Jesus falou à multidão e aos discípulos, dizendo: «Na cadeira de Moisés sentaram-se os escribas e os fariseus. Fazei e observai tudo quanto vos disserem, mas não imiteis as suas obras, porque eles dizem e não fazem. Atam fardos pesados e põem-nos aos ombros dos homens, mas eles nem com o dedo os querem mover. Tudo o que fazem é para serem vistos pelos homens: alargam os filactérios e ampliam as borlas; gostam do primeiro lugar nos banquetes e dos primeiros assentos nas sinagogas, das saudações nas praças públicas e que os tratem por ‘Mestres’. Vós, porém, não vos deixeis tratar por ‘Mestres’, porque um só é o vosso Mestre e vós sois todos irmãos. Na terra não chameis a ninguém vosso ‘Pai’, porque um só é o vosso pai, o Pai celeste. Nem vos deixeis tratar por ‘Doutores’, porque um só é o vosso doutor, o Messias. Aquele que for o maior entre vós será o vosso servo. Quem se exalta será humilhado e quem se humilha será exaltado».

Palavra da salvação.

 

REFLEXÃO

Amemos a Deus nos irmãos

Outrora muitos foram os que se desviaram do bom caminho (1.ª leitura). Não procederam bem aqueles que os imitaram. Que contas prestaram a Deus por tal procedimento?!

Os escribas e fariseus foram severamente censurados pelo Senhor. Impuseram aos outros aquilo que não faziam (evangelho). Que pena não aceitarem a conversão que Jesus Cristo lhes ofereceu!

Hoje infelizmente também há quem assim proceda. Por isso vemos tanta desorientação na sociedade! Inventam-se obrigações que ninguém consegue cumprir mas esquece-se o essencial: o Amor a Deus e n’Ele ao próximo.

Este é o único caminho a seguir. Só este é o caminho certo da salvação.

Quem ama a Deus não comete o pecado.

Quem ama a Deus cumpre os Mandamentos.

Quem ama a Deus escuta-O e vive unido a Ele pela oração.

Quem ama a Deus recebe os sacramentos que Jesus Cristo nos deixou.

Quem ama a Deus faz bem aos outros.

Quem ama a Deus ajuda, aconselha, acompanha.

Quem ama a Deus combate o crime, a destruição, os atentados, a guerra.

Quem ama a Deus procura viver na verdade e na paz.

 

Tornemos o mundo melhor

Outrora muitos seguiram o bom caminho. Os que os imitaram receberam de Deus força e coragem para seguirem sempre em frente.

Os Apóstolos e os Santos foram louvados pelo Senhor. Com o exemplo apontaram aos outros aquilo em que acreditaram. Receberam no fim a recompensa merecida.

A segunda leitura apresenta-nos o exemplo de S. Paulo. Após a conversão, consagrou-se inteiramente ao Senhor no apostolado junto dos irmãos. Quantas conversões operou Deus por seu intermédio! Quantos cristãos se tornaram santos com a sua pregação!…

Nós, cristãos do século XXI, neste início do terceiro milénio, temos uma grande missão a cumprir no mundo.

Quando entramos nas escolas vemos em muitas delas o Crucifixo onde está a imagem d’Aquele que nos salvou. Quantos alunos, professores, funcionários e pais encontram n’Ele a razão de ser das suas vidas! Porquê os querem retirar? !…

Quando vamos pelas estradas do nosso País vemos cruzeiros, alminhas, imagens de Nossa Senhora e dos santos. Não consintamos que sejam substituídos por estátuas de pessoas que não são referência para os crentes.

Quando se tenta legalizar a morte de seres inocentes no seio da mãe ou de idosos que tanto trabalharam para nós vivermos bem agora, gritemos: a vida é um dom de Deus que deve ser respeitada por todos.

Quando se tenta destruir a família com o divórcio ou se tenta equiparar o casamento a aberrações que envergonham homens e mulheres, lembremos que a sociedade será feliz na medida em que as famílias forem felizes.

Cristo conta connosco. Maria Santíssima acompanha-nos. Sejamos fiéis à nossa vocação. A vida não termina neste mundo. Depois será a eternidade no Céu!

 

ORAÇÃO UNIVERSAL OU DOS FIÉIS 

Caríssimos fiéis:
Apresentemos com toda a confiança ao Pai celeste, as alegrias, as tristezas e as esperanças de todos os homens e mulheres que há no mundo, dizendo (ou: cantando):

R. Atendei, Senhor, a nossa prece.
Ou: Escutai, Senhor, a nossa oração.
Ou: Pela vossa misericórdia, salvai-nos, Senhor.

1. Para que a santa Igreja, a nossa Diocese e as suas comunidades,
guardem fielmente a lei do amor
e ensinem os seus fiéis a viver dela,
oremos.

2. Para que todos os responsáveis deste mundo
exerçam a autoridade como um serviço
e sejam os primeiros a fazer o que legislam,
oremos.

3. Para que os mais pobres que se sentem esmagados
pela prepotência e orgulho dos poderosos
encontrem quem os acolha e compreenda,
oremos.

4. Para que os catequistas e evangelizadores
se façam tudo para todos, como São Paulo,
e não se poupem a trabalhos e canseiras,
oremos.

5. Para que nesta assembleia e na paróquia
cada um aprenda a servir todos os outros
e a guardar a graça de Deus e a sua Palavra,
oremos.

(Outras intenções: ministros leigos da liturgia; fiéis defuntos das nossas famílias…).

 

Pai Santo, no vosso amor sem limites
ouvi as orações que Vos dirigimos por todos os vossos filhos e não deixeis que as nossas obras sejam feitas apenas para serem vistas pelos homens.
Por Cristo Senhor nosso.

Check Also

30 de junho de 2024 – Liturgia do 13º Domingo do Tempo Comum – Ano B

LEITURA I – Sb 1, 13-15; 2, 23-24 Leitura do Livro da Sabedoria Não foi …

Sahifa Theme License is not validated, Go to the theme options page to validate the license, You need a single license for each domain name.