1 de julho de 2021 -quinta-feira da 13ª Semana do Tempo Comum – Cura de um paralítico

UM PERDÃO QUE CURA

  1. Os teus pecados são perdoados. O episódio evangélico de hoje tem lugar em Cafarnaum, a cidade de Jesus, aonde regressou vindo da região de Gadara. Os protagonistas da cena são Jesus, um paralítico e alguns escribas. Pela passagem paralela de Marcos, de maior vivacidade narrativa, sabemos que quatro amigos ou familiares de um deficiente o baixam na sua maca pelo tecto da casa onde se encontrava Jesus, assediado pela multidão.

Vendo o Senhor a fé que tinham, começa por dizer algo de surpreendente perante um doente que vem à procura de cura: “Ânimo, filho! Os teus pecados são perdoados”. Uma vez mais o milagre vai ser fruto da fé do doente e da comunidade em que vive com os seus familiares e amigos. E vai evidenciar também o processo de salvação integral do homem mediante o perdão que Jesus lhe outorga. Ao perdoar-lhe os pecados, está a curá-lo também da sua enfermidade, porque esta, segundo a mentalidade judaica, era consequência do pecado pessoal ou dos próprios pais.

A reação, não expressa por certo, dos doutores da lei ali presentes é de suposto escândalo: Este blasfema; só Deus pode perdoar pecados. Além disso, a frase de Jesus soava-lhes a jactância oca. Como podia demonstrar esse perdão? Noutra ocasião vemos uma reação similar de escândalo farisaico quando, sentado à mesa de Simão o fariseu, Jesus diz o mesmo à mulher pecadora.

Conhecendo Cristo o que pensavam não se desdiz, antes, para provar que ele, o Filho do homem, isto é, o Messias, tem esse poder de perdoar, exclusivo de Deus, e que os pecados do doente estão efetivamente perdoados, ordena-lhe: “Levanta-te, toma a tua maca e vai para casa”. Assim o fez diante de toda a gente, que “ficou maravilhada e glorificava a Deus, que dá aos homens tal poder”.

Desta maneira, mediante o dedo visível da cura, os escribas vêem desfeita a sua objeção ao ato invisível do perdão dos pecados por Jesus. A cura física era sinal idóneo da cura espiritual. Portanto, a mensagem global da cena evangélica de hoje é que Jesus tem o poder de perdoar os pecados.

Check Also

Só os humildes chegam a ser grandes

Muitos querem ser grandes, mas poucos se dispõem a fazer o que é necessário para …