Home | Noticias | Vaticano: Papa diz-se «profundamente preocupado» com a situação na Síria
epa06669073 The Scientific Research Center building that was hit by the strikes that were launched on 14 April 2018 by the United States, Britain and France in Barzeh neighborhood in Damascus, Syria, in retaliation for an alleged chemical attackd. The Syrian Information Ministry organized a tour to the center, which the government said was used for pharmaceutical uses. EPA/YOUSSEF BADAWI

Vaticano: Papa diz-se «profundamente preocupado» com a situação na Síria

Francisco critica comunidade internacional pela falta de acordo para a paz

Cidade do Vaticano, 15 abr 2018 (Ecclesia) – O Papa Francisco mostrou-se hoje “profundamente preocupado” com a escalada de violência na Síria, deixando críticas à comunidade internacional pela falta de um acordo para a paz.

“Estou profundamente preocupado com a atual situação mundial, na qual – apesar dos instrumentos ao dispor da comunidade internacional – se tarda a acordar uma ação comum em favor da paz na Síria e noutras regiões do mundo”, disse, perante milhares de peregrinos reunidos no Vaticano para a recitação da oração pascal do ‘Regina Coeli’.

Francisco disse rezar pela paz e convidou todas as pessoas de boa vontade a fazer o mesmo, antes de apelar de novo aos responsáveis políticos, “para que prevaleçam a justiça e a paz”.

A intervenção foi sublinhada com uma salva de palmas, pela multidão.

Os EUA, França e o Reino Unido lançaram um conjunto de ataques com mísseis, na madrugada de sábado, contra três alvos associados, alegadamente, à produção e armazenamento de armas químicas na Síria.

A decisão foi justificada com um presumível ataque químico realizado no dia 7 de abril, perto de Douma, Síria, que matou pelo menos 45 pessoas e deixou centenas de feridos.

OC

Check Also

Vaticano: Papa desafia cristãos a ser missionários, evitando vaidades e riquezas

Francisco diz que evangelizadores não são «divas em turnê», mas devem ser pobres Cidade do …