O amor estraga-te todos os planos

Amar exige uma dedicação tão grande que os nossos projetos são desarrumados quase todos os meses!

Quando amas, tu deixas de ser a tua prioridade. Só tens um caminho. A tua felicidade só é possível se conseguires alcançar a de quem amas. Quantos mais amares, mais assim é.

A vida é um espanto, uma viagem feita de tantos improvisos. Nunca peças o que é impossível, mas prepara-te para tudo, mesmo para o que te parece impossível!

Os nossos planos podem ser belos, contudo a realidade supera-os sempre. O amor não se planeia, é necessário que tenhamos o coração aberto ao que se cria onde nada existia.

Os projetos que fazemos para a nossa vida, por mais organizados que sejam, acabam sempre apenas ensaios. Neste mundo, tudo muda num instante, só o nosso objetivo deve continuar a ser o mesmo! Importa planear, mas ainda é mais importante sermos fiéis a quem somos e não perder a fé na felicidade.

Amar é trazer para o presente todo o futuro. É sentir, num instante concreto, toda a eternidade.

O plano é simples: amar. De nada te valerá tentares dominá-lo, mas tudo poderás se aprenderes a admirá-lo e a servir-te da sua força.

Sê humilde e paciente. Se for preciso sofrer, e vai ser, deixa que o amor te fortaleça, renove, ilumine e oriente. Entrega-te. Não procures tê-lo dentro de ti, busca antes viveres tu no coração do amor.

No fim da tua vida neste mundo, se o amor te tiver baralhado os dias e os anos vezes sem conta, podes ter a certeza de que do outro lado – onde somos avaliados de acordo com o peso do nosso coração – a tua existência será tão importante e preciosa quanto foi aqui.

O amor não tem fim. E tu, se amares, também não!

 

Fonte: https://agencia.ecclesia.pt/

Autor: José Luís Nunes Martins

Check Also

Família, uma comunidade de crescimento da fé.

A família é, de facto, a primeira e mais importante comunidade educativa. A escola e …