Home | Noticias | Novos céus e nova terra

Novos céus e nova terra

Neste mês de novembro, quando termina o Ano Litúrgico, as leituras bíblicas falam do fim do mundo. Esses textos não pretendem meter medo mas avivar a esperança.

Este nosso mundo que habitamos, num dia e numa hora que desconhecemos, acabará. O Sol, que hoje nos ilumina, apagar-se-á. A Lua, que marca o ritmo dos meses, deixará de brilhar. As estrelas cairão do céu. Nesse dia, deixará de existir o tempo e o espaço. Este mundo passará para dar lugar a uns novos céus e a uma nova terra.
Jesus regressará na sua segunda vinda. Deixará de ser um “Jesus oculto”, visto hoje apenas com os olhos da fé, para podermos finalmente ver o seu rosto glorioso face a face. Conheceremos o seu olhar, a sua ternura. O sol, a lua e as estrelas já não existirão, mas o mundo não ficará sem luz. Será Jesus quem o iluminará para sempre, com a luz que vem da sua ressurreição.
Nesses novos céus e nova terra, essa imensa maioria de homens, mulheres e crianças que conheceram neste mundo apenas miséria, humilhação e sofrimento, não ficarão esquecidos para sempre. Os pobres serão saciados, os que sofrem serão consolados. Não haverá choro nem lágrimas. Os primeiros serão os últimos e os últimos os primeiros.
Nesses novos céus e nova terra perceberemos que a nossa vida não foi um pequeno parêntesis entre dois imensos vazios. Antes de nascer, já éramos amados por Deus e, terminada a nossa vida terrestre neste mundo que passa, não caímos no nada, no vazio. E tudo o que fizemos de bom e belo, nada se perderá.

Fonte:
Cavaleiro da Imaculada
Nº 1016 | novembro de 2018

Check Also

Publicações: Capelão hospitalar lança obra «Momentos de muitas vidas»

Coimbra, 08 nov 2018 (Ecclesia) – O capelão do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, …