Diocese do Algarve apresenta Triénio Pastoral 2021/2024

Depois de ter adiado por um ano o novo triénio pastoral devido à pandemia de Covid-19, a Diocese do Algarve irá apresentá-lo amanhã na Assembleia Diocesana que terá lugar na igreja de São Pedro do Mar, em Quarteira.

Recorde-se que a Igreja algarvia decidiu iniciar um novo plano pastoral de três anos depois de ter cumprido um programa pastoral trienal de 2017 a 2020.

Cartaz

Assim sendo, o Triénio Pastoral 2021/2024, sob o tema “Renovar pela transformação do Espírito (Ef 4,23)” e que amanhã será conhecido, é apresentado como um “caminho” “de resposta às prioridades” já assinaladas no ano passado, “às dificuldades geradas pela pandemia e a uma renovação que aponte para o futuro que exige mudança e criatividade pastoral, a fim de que a Igreja presente neste território continue a levar por diante a missão a si confiada”.

“O atual Programa Pastoral é fruto de um longo caminho de maturação, ao qual se juntam os desafios que a pandemia gerou à nossa ação pastoral, colocando ainda mais em evidência algumas fragilidades e urgências que já antes se vinham a denotar”, pode ler-se na introdução da edição deste ano.

A diocese algarvia “propõe-se fazer destes próximos três anos um tempo intenso de renovação, aproveitando para tal o forte impulso e entusiasmo da Jornada Mundial da Juventude, bem como o dinamismo do Sínodo dos Bispos, ambos a acontecer em 2023” e fala numa “urgente e necessária «renovação pela transformação do Espírito»”, num “inadiável processo de conversão pastoral”.

O documento destaca “algumas realidades que se devem tomar como prioritárias e centrais” na ação eclesial do triénio pastoral. A primeira delas é a juventude, tendo em conta a realização da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) em 2023 em Lisboa. As restantes são a “iniciação cristã, (re)descoberta e aprofundamento da fé”, a “espiritualidade”, a “formação permanente”, a “resposta pastoral aos desafios da pandemia” e quatro “acontecimentos eclesiais”. Nestes, para além da JMJ 2023, contam-se o Biénio Vocacional da Província Eclesiástica de Évora (da qual a Diocese do Algarve faz parte), o Sínodo dos Bispos de 2023 e o Ano “Amoris Laetitia” (a decorrer até junho de 2022).

A Assembleia Diocesana de amanhã para apresentação do Triénio Pastoral 2021/2024 e do Programa Pastoral de 2021/2022 tem como destinatários os sacerdotes, diáconos, religiosos, membros das equipas dos departamentos, secretariados e setores diocesanos, responsáveis de movimentos e associações, bem como dos Conselhos Pastorais Paroquiais e terá o seguinte programa:

09h30 – Acolhimento
10h00 – Oração e saudação do bispo do Algarve
10h30 – Mesa redonda: “Os jovens e a sinodalidade na renovação da Igreja”
11h40 – Intervalo
12h00 – Apresentação do Triénio e do Ano Pastoral 2021/2022
12h30 – Exortação final do bispo do Algarve
12h50 – Oração de encerramento

 

Fonte:https://folhadodomingo.pt

 

Check Also

17 de outubro de 2021 -29º Domingo do Tempo Comum – Ano B

A confiança em Deus é, como atrás se afirma, um dos pensamentos básicos das leituras …