25 de abril de 2021 -4º Domingo da Páscoa -Domingo do Bom Pastor

A liturgia deste 4º Domingo é dominada pela figura do “Bom Pastor” que pelo seu sacrifício, devolveu a vida às ovelhas e as conduziu ao redil. Jesus Cristo é o único e perfeito Pastor. Ele quis que o Seu ministério pastoral fosse prolongado no tempo e no espaço e, por isso, encarregou  Pedro e os seus sucessores de continuarem a Sua missão na terra – apascentarem o Povo de Deus.

Que bem exprime as relações de Jesus connosco, Suas ovelhas, esta imagem do Bom Pastor. Fez por toda a humanidade o máximo que podia ter feito: dar a Sua vida na cruz e oferecer ao Pai o Seu sofrimento para que tivéssemos vida e a tivéssemos em abundância.

Grande parte da humanidade, contudo, não soube reconhecer em Jesus Cristo o enviado de Deus, o Messias, e rejeitou-O.

O Antigo Testamento alude muitas vezes ao Messias como o Bom Pastor, que alimentará regerá e governará o Povo de Deus, frequentemente abandonado e disperso. Essas profecias cumprem-se em Jesus com caraterísticas novas. Ele é o Bom Pastor que dá a vida pelas Suas ovelhas e que estabelece pastores para que continuem na terra a Sua missão.

Na última aparição aos apóstolos, pouco antes da Sua Ascensão, Cristo ressuscitado instituiu Pedro como “Pastor” do Seu “rebanho”, como guia da Sua Igreja. Jesus confia em Pedro, apesar de este já o ter negado três vezes e diz-lhe também por três vezes “apascenta as minhas ovelhas”.

A missão de Pedro será a de guardar, dirigir e governar todo o rebanho do Senhor, sem excepção. Será, pois, o princípio e fundamento de unidade de fé e comunhão.

O “edifício” da Igreja estará assente até ao fim dos tempos sobre o primado de Pedro, a rocha – “pedra – petra”. Cristo, que é realmente o alicerce da Igreja, a “pedra angular”, deixa Pedro no Seu lugar e, depois dele os seus sucessores.

Devemos rezar muito pelo sucessor de Pedro, o Papa Francisco, pelos nossos Bispos, pelos nossos sacerdotes e diáconos, pelos seminaristas, e pelos religiosos e religiosas.

Check Also

9 de maio de 2021 – 6º Domingo da Páscoa -Ano B

Mais uma vez o Senhor Jesus nos fala do Seu imenso amor para connosco e …