Home | Noticias | 1 de janeiro de 2018 – Solenidade de Santa Maria Mãe de Deus – Dia Mundial da Paz

1 de janeiro de 2018 – Solenidade de Santa Maria Mãe de Deus – Dia Mundial da Paz

Uma semana depois de ter celebrado o nascimento de Jesus, a Igreja continua de olhos postos na gruta de Belém, contemplando o mistério que envolve esse Menino que, sendo na aparência igual a todas as outras crianças, é na verdade o Deus criador e senhor de todo o Universo.
A existência humana de Jesus começa no momento da encarnação, no instante em que Maria responde «sim» à proposta de Deus, anunciado pelo Anjo; por isso a nossa atenção se volta hoje para Ela.
Vamos encontrar Maria, junto de Jesus no presépio de Belém, como na Igreja do nosso tempo. Separar Jesus de Maria, Sua Mãe, quer encontra-Lo sem a descobrir, é correr o risco de nunca alcançar o verdadeiro sentido e dimensão da Salvação que nos é proposto. Porque a Salvação começa no momento em que Jesus encarna em Maria e termina com a Sua Ressurreição. Ao gerar o Messias esperado, Maria gerou uma humanidade nova, reconciliada com Deus, a que Jesus vem dar início. Do mesmo modo, cada cristão é convidado a encarnar – a construir com a sua vida – uma humanidade nova, onde a paz, fruto da justiça e da fraternidade entre os homens, seja uma realidade.
O início de um novo ano é uma boa ocasião para refletir nessa vida nova da qual cada um deve ser pequena semente.
Como temos contribuído, até hoje, para criar e fazer crescer a paz à nossa volta? É fácil desejar a paz aos amigos, neste dia de Ano Novo; mas o Senhor espera de nós mais do que palavras pronunciadas e logo esquecidas; o que Ele nos pede é que sejamos nós a construir essa paz, com um gesto de tolerância, de paciência para corrigir, com amor, os que erram, uma atitude de perdão para quem nos fez mal. Na família, no trabalho, na escola ou entre os amigos, é natural que os problemas e conflitos surjam, mais ou menos graves. Só vivendo uma relação profunda de amizade com Deus, deixando que a Sua Palavra nos invada e nos transforme, seremos capazes de procurar em cada momento a solução equilibrada e justa, a resposta do Amor que é fonte da verdadeira paz. Porque a paz de cada um consigo próprio e com todos os homens, nasce da paz com Deus, nosso Pai.

Check Also

TEMPO DE PÁSCOA – TEMPO DE PASSAGEM

Na encíclica Laudato Si, o papa Francisco convida-nos a ler o livro da natureza com …