Home | Diácono

Diácono

Diac_rogerio

Diácono Rogério Rosendo Egídio

A Constituição dogmática Lumen Gentium refere que «no grau inferior da hierarquia estão os diáconos, aos quais foram impostas as mãos, “não em vista do sacerdócio, mas do serviço” (L.G. nº 29).

Pelo sacramento da Ordem, os diáconos participam de modo especial na missão de Cristo, sendo configurados à imagem de “Cristo-Servo”, que se fez «diácono», ou seja, servo de todos. Ordenados para o serviço eclesial, compete aos diáconos assistir o bispo e os presbíteros nas celebrações, particularmente da Eucarístia, proclamar o Evangelho e distribuir a comunhão, administrar solenemente o Batismo, assistir ao Matrimónio, presidir às exéquias, anunciar a palavra de Deus, podendo ser encarregados da homília e da pregação e dedicar-se aos mais variados serviços eclesiais, especialmente ao serviço da caridade.

O diaconado permanente foi restabelecido na Diocese do Algarve no dia 20 de Fevereiro do ano 2000, por ocasião do “jubileu dos diáconos permanentes”, pelo então Bispo diocesano D. Manuel Madureira Dias que ordenou sete homens casados, momento que culminou uma caminhada formativa de mais de cinco anos, em que os candidatos foram acompanhados não só pelo Bispo diocesano mas também pelo seu Delegado para o diaconado permanente Cón. Dr José Pedro de Jesus Martins.
A Paróquia de S. Luis de Faro conta presentemente com o serviço de um diácono permanente (Diác. Rogério Rosendo Egídio), que para além do serviço litúrgico próprio dos diáconos se tem dedicado na Paróquia à animação na zona Pastoral do Areal Gordo.
O Diácono Rogério Rosendo Egídio, filho de José Egídio e de Maria Teresa Rosendo, ambos já falecidos, é natural de Olhão, onde nasceu no dia 22 de Dezembro de 1952. Foi batizado na Igreja Matriz de Olhão no dia 1 de Março de 1953, pelo Pároco Rev. Mon. Cón. Dr. António Baptista Delgado.

Casou em 27 de Julho de 1975 com Maria Graciete Ramos Egídio, na Capela de Santo António do Alto, sendo celebrante o Rev.. Mon. Cón. Henrique Ferreira da Silva.

O Diác. Rogério Egídio, tem dois filhos, a Sofia Margarida Ramos Egídio, nascida a 12 de Julho de 1977 e o Luís Miguel Ramos Egídio que nasceu a 21 de Setembro de 1981.

Depois de completar o Curso Básico de Ciências Religiosas no Centro de Estudos e Formação de Leigos do Algarve no ano de 1999/2000 foi ordenado diácono por D. Manuel Madureira Dias, no dia 20 de Fevereiro do ano de 2000, dia do “Jubileu dos Diáconos Permanentes”, na Igreja Paroquial desta comunidade de S. Luís de Faro, juntamente com mais seis companheiros, que assim se tornaram nos primeiros diáconos permanentes da Diocese do Algarve.

Nesta mesma data foi nomeado para trabalhar na Paróquia de S. Luís.

 «Atualmente o Diác. Rogério Egídio, além do exercício do seu ministério na Paróquia, é Coordenador diocesano dos Capelães Hospitalares e Assistente Espiritual do Hospital Distrital de Faro».

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.